Carro que transportava vereador e esposa foi alvejado diversas vezes a luz do dia

O vereador Deivite Wener Araújo Galvão, conhecido como Gordo do Aurá, foi mortos a tiros na tarde desta quinta-feira (21), no centro de Belém. Reeleito em 2016 vereador de Ananindeua, na Grande Belém, Gordo do Aurá tinha extenso histórico de prisões e investigações por ligação com o narcotráfico.

De acordo com a Polícia Civil, o carro foi interceptado por outro veículo de onde partiram diversos disparos em direção à janela do passageiro e à frente do carro, atingindo o vereador e a mulher. O motorista no carro ficou ileso.

O vereador e a esposa foram conduzidos até o Hospital Pronto Socorro Municipal Mário Pinotto, na Travessa 14 de Março, no Umarizal, onde a esposa está sendo atendida. De acordo com a Prefeitura de Belém, a vítima foi encaminhada ao HPSM e socorrida. Ele recebeu os primeiros atendimentos, mas não resistiu.

Uma equipe da Divisão de Homicídios foi acionada com apoio de policiais civis do Grupo de Pronto-Emprego (GPE) para dar início às investigações.

Em nota, a Câmara Municipal de Ananindeua declarou que o vereador “sempre teve uma destacada atuação em defesa dos moradores do Aurá e da população de Ananindeua de modo geral”. Em nota, o Parlamento de Ananindeua informou que “se solidariza com todos os familiares e amigos do vereador e decreta luto oficial de três dias”. De acordo com a Câmara Municipal, Alex Melul (DEM) irá assumir o cargo de vereador.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.