A Celpa fez a retirada de ligações clandestinas instaladas na rodovia PA-150, entre os municípios de Nova Ipixuna, Jacundá e Goianésia, nordeste do Estado. Cinco locais foram fiscalizados pela operação, incluindo assentamentos e moradias em vicinais.

As ligações irregulares representavam risco, segundo a concessionária. Eram feitas com postes de madeira, fios impróprios para energia, fora do padrão de altura e ainda causavam sobrecarga na rede.

No município de Jacundá, foram desligados e retirados dois transformadores de energia irregulares utilizados em uma área de um antigo sítio.

As ligações clandestinas geram constantes interrupções no sistema elétrico. “Estamos trabalhado no mapeamento da localização dessas instalações de energia para que sejam retiradas e nós orientamos as pessoas que estão fora do sistema da concessionária, como os ligados clandestinamente, a procurarem uma das nossas agências de atendimento para efetuar a regularização”, destaca o executivo de recuperação de energia da Celpa, Uziel Mendes.

Furto de energia

A operação de recuperação de energia vai durar todo o ano de 2019, até a conclusão dos locais mapeados pela Celpa. Até novembro de 2018, foram registrados mais de 237 mil casos de furtos de energia. De acordo com a concessionária o número causou um prejuízo em torno de R$ 36,7 milhões. O recurso é crime previsto no Código Penal Brasileiro, com pena de 1 a 4 anos de reclusão.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.