Com o isolamento da parte central do Calçadão, o maior centro de compras de Imperatriz, por causa das obras de revitalização iniciadas ontem (17), apenas passarelas em frente às lojas estão liberadas para pedestres e os vendedores ambulantes que estavam dispostos no local se espalharam em três ruas.

Eles estão ocupando a rua Simplício Moreira, Coriolano Milhomem e Sousa Lima, com as banquinhas improvisadas no entorno do Calçadão, montadas em cima das faixas de pedestres e até de rampa de acesso aos cadeirantes, além dos espaços proibidos, para carga e descarga, ou reservados ao estacionamento de veículos. Eles deveriam ser destinados para a rua Amazonas, como chegou a divulgar a Secretaria Municipal de Planejamento Urbano (Seplu). Mas quando chegaram hoje (18) cedo e se depararam com os tapumes, apenas mudaram de local conforme acharam adequado, aumentando a desorganização no Centro.

A principal alegação dos camelôs para a ocupação das três ruas citadas, é que além da falta de diálogo com o município, na rua Amazonas o estacionamento de veículos começa bem cedo e não houve uma orientação pra que eles ocupassem o local com a disposição das barracas. Segundo a Associação dos Camelôs, são cerca de 70 ambulantes que ocupavam o Calçadão. (Imirante)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.