Em reunião na manhã desta quinta-feira, 14, a Prefeitura de Imperatriz, por meio das secretarias de Governo e Projetos Estratégicos, Segov e Planejamento Urbano, Seplu, discutiu sobre o remanejamento dos vendedores ambulantes do Calçadão. O encontro aconteceu na sede da Seplu. 

“Objetivo foi planejar a adequação do espaço que abrigará os vendedores ambulantes durante a revitalização do calçadão. A determinação do prefeito Assis Ramos é que esses trabalhadores sejam remanejados para local provisório até a conclusão da obra”, disse Marlon Moura, secretário da Segov.

No local existem cerca de 50 ambulantes que irão para a Rua Amazonas, entre as avenidas Getúlio Vargas e Dorgival Pinheiro de Sousa, Centro, próximo a Escola Adventista. “Tivemos o cuidado de escolher um local próximo ao movimento do Calçadão. Esse é um dos fatores importantes que vai contribuir com o trabalho dos vendedores ambulantes. Além disso a Prefeitura vai dar o suporte necessário durante o remanejamento, como também, o devido acompanhamento durante o período que eles ocuparem o espaço”, disse Felipe Policarpo, secretário adjunto de Planejamento Urbano.

A gestora do Colégio Adventista, unidade centro, professora Maura de Lima  Rodrigues, afirmou que a escola irá contribuir no que for necessário. “Aquilo que estiver ao nosso alcance, no sentido de colaborar com o poder público e com os vendedores ambulantes, iremos fazer. Será uma forma de estar contribuindo com a nossa cidade”, disse.

O remanejamento está programado para a próxima semana, período em que o Governo Estadual, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura, Sinfra, pretende iniciar a obra de revitalização do Calçadão, construído em 1979. (Léo Costa)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.