Policiais civis da Delegacia de Homicídios de Marabá, sudeste paraense, prendeu, em cumprimento a mandado de prisão expedido pela Justiça, Vagno Alves de Miranda, indiciado em inquérito policial por crime de homicídio no município. A vítima é Jadson Alves da Silva, que era conhecido como Lorin, e foi morto em 21 de abril de 2017. Vagno foi preso na localidade de Vila São José, à altura do KM 8, em Marabá. Vagno e quatro comparsas foram apontados em inquérito policial como autores da morte da vítima a golpes de faca.

Estão foragidos, por envolvimento no crime, Erlean Pereira da Silva; Fernando Araujo de Carvalho; Marcelo Bezerra da Silva e Paulo Henrique Pereira dos Santos, de apelido “Borracheiro”. As investigações mostraram que Erlean foi o autor dos golpes fatais e que a arma do crime foi repassada ao criminoso por “Borracheiro”.

Marcelo, Fernando e Vagno são apontados como responsáveis em agredir a vítima e segurá-la para que Erlean desferisse as facadas. A ordem de prisão foi decretada pelo juiz Alexandre Arakaki, da Vara Criminal da Comarca de Marabá. As investigações prosseguem no intuito de localizar e capturar os demais comparsas envolvidos no crime.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.