A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 6, a Operação Dolos, com o objetivo de desarticular organização criminosa responsável por fraudar o sistema de obtenção de seguro-desemprego, no Tocantins. As investigações apontam que, durante o ano de 2018, o grupo criminoso movimentou mais de R$ 500 mil em benefícios fraudulentos.

Aproximadamente 20 policiais federais cumprem 4 mandados judiciais de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara Federal de Araguaína, nos municípios de Araguaína, no estado do Tocantins, além de Redenção e Xinguara, na região de Carajás, no estado do Pará.

A investigação teve início a partir de prisão em flagrante de um dos beneficiários, bem como com a análise de benefícios concedidos inconsistentemente. De acordo com o que foi apurado, o grupo criminoso é responsável por realizar inserções de dados falsos no sistema do SINE dos referidos Estados, no intuito de obter, mediante a fraude, o benefício social do seguro-desemprego.

Os investigados devem responder, na medida de suas participações, pelos crimes de estelionato majorado, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.