As Polícias Civil e Federal deflagraram, em conjunto, operação policial, no último dia 8, para prender integrantes de uma associação criminosa responsável em aplicar golpes em clientes de agências bancárias, em Redenção e cidades próximas, no sudeste do Pará. Dois homens foram presos no interior de uma agência da Caixa Econômica. As investigações mostraram que os presos Claudimar Lacerda Rodrigues, maranhense, e Adalto Rodrigues Soares, paraense, ambos de 42 anos de idade, ficavam longos períodos de tempo nas agências prestando atenção em clientes, que estavam com dificuldades em operar o caixa eletrônico em suas transações. Ao perceber essa situação, os dois se aproximavam dos clientes se oferecendo para prestar ajuda.

Por meio ardil, os golpistas acabavam por transferir o dinheiro da vítima ou efetuar o saque de valores, e ainda faziam trocas de envelopes, para substituir o envelope com quantias em dinheiro por envelopes vazios. Além disso, os criminosos são suspeitos de falsificar talonários de cheques. “As transferências eram enviadas para contas abertas no Estado do Maranhão”, explica o delegado Luís Antonio Ferreira, titular da Superintendência Regional da Polícia Civil em Redenção.

As investigações mostram que os golpistas agiam em Redenção e em Conceição do Araguaia, no sudeste do Pará, e em Altamira, no sudoeste do Estado. Os presos irão responder pelos crimes de estelionato e associação criminosa. Um terceiro membro do grupo de golpistas ainda não foi identificado. Participaram das prisões, pela Polícia Civil, o delegado Luciano Freitas Faria e investigador Thiago de Oliveira Guerra Gomes.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.