Os hospitais que o Governo do Estado está construindo nos municípios de Matões do Norte, Bernardo do Mearim, Lago dos Rodrigues e Lago do Junco estão com 70% dos serviços realizados e serão entregues até o final de março. Com investimentos de R$ 1,7 milhão e área construída de 1.342 m², cada hospital é dividido em dois blocos e dispõe de 20 leitos, centro cirúrgico, sala de parto, enfermarias masculina, feminina e pediátrica; salas de Raio X, consultórios, laboratórios, gabinete odontológico, refeitório e posto policial.

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, explica que os hospitais estão sendo construídos em municípios em que os moradores não têm acesso a atenção integral à saúde, por não disporem de nenhum leito hospitalar, isso mesmo decorridos 22 anos da criação do Sistema Único de Saúde (SUS), que tem como princípios básicos a universalidade do acesso aos serviços de saúde, a descentralização, a integralidade da atenção à saúde e o controle social.

“As populações desses municípios estão à margem dos avanços da Medicina, sem acesso a exames clínicos específicos, que lhes poderia prolongar a vida com qualidade, e, até mesmo a muitos procedimentos básicos da atenção primária em saúde, já que nesses locais as parturientes, por exemplo, sequer dispõem de atendimento médico pré-natal e o parto não pode ser realizado numa unidade hospitalar, enquanto as crianças ficam à mercê das infecções respiratórias e das diarréias”, justifica Ricardo Murad. 

O terreno do hospital foi doado pelos municípios. O prefeito de Bernardo do Mearim, Pedro do Isaías (PP), disse que todas as pesquisas realizadas junto à população apontavam como maior necessidade a construção de um hospital. “A governadora Roseana Sarney está realizando o sonho da nossa população. A construção deste hospital vai evitar que as pessoas tenham que percorrer vários quilômetros em busca de atendimento médico”. Ainda em parceria com o governo estadual, a prefeitura está perfurando um poço artesiano para garantir o abastecimento de água no hospital.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.