O protesto pela recuperação das rodovias TO-010 e 416, entrou em seu segundo dia no município de Ananás e Riachinho. A manifestação começou na tarde desta segunda-feira, às 13h, e segundo mobilizadores não há dia e hora para desbloqueio.

O grupo alega ainda que a Agência Tocantinense de Transportes e Obras (AGETO), não procurou o movimento para conversar e cobra a presença de um representante do Governo para se comprometer com as reivindicações.

Comerciantes, estudantes, empresários, fazendeiros e políticos, entre eles a prefeita de Riachinho, Diva Ribeiro (PR), aderiram ao protesto. O bloquei é total e só é permitido passar veículos que transportam pessoas doentes.

Para a imprensa, a AGETO informou que que irá iniciar nos próximos dias, os serviços de manutenção da rodovia TO-010, entre Ananás e Wanderlândia, com trabalhos de roçagem e tapa-buracos.

A TO-416 dá acesso a BR-153 com destino a Xambioá e a região de Carajás, via São Geraldo do Araguaia. Já a TO-010 dá acesso a BR-226 (Belém-Brasília), via Wanderlândia. (Foto: Val Sousa)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.