Governador Carlesse determina conclusão de Escolas de Tempo Integral até o fim de 2019

O governador, Mauro Carlesse, acertou a retomada das obras da Escola de Tempo Integral de Araguatins, paralisadas há cerca de 5 anos. A determinação foi acertada durante reunião na tarde desta quinta-feira, 7, no Palácio Araguaia, em Palmas.

Além de Araguatins, outros 5 municípios estão com Escolas de Tempo Integral com obras paralisadas. Para a conclusão dessas obras, será necessário o aporte de R$ 14 milhões em contrapartidas do Estado. Mauro Carlesse assegurou os recursos e as obras serão retomadas. “Essa situação da falta de contrapartida está resolvida. Com a redução de despesas, o Estado já tem os recursos para retomar as obras. Nossa meta é concluir essas seis escolas até o fim deste ano e vamos cumprir”, disse o governador.

A obra da Escola de Tempo Integral (ETI) de Araguatins está parada a cerca de 5 anos. Abandonada, a construção vem sendo depredada e saqueada. A ETI funcionando terá capacidade para atender 1.500 alunos, com uma área total de aproximadamente 4 mil metros quadrados, contendo 21 salas de aula, cinco laboratórios, seis salas para artes, duas quadras poliesportivas, piscina semi-olímpica, refeitório, auditório, biblioteca, consultório odontológico, sala de primeiros socorros e descanso.

O deputado Amélio Cayres já havia solicitado ao governador, no início de fevereiro a conclusão das obras.

Além da secretária de Educação Adriana Aguiar, participaram da reunião, os secretários da Casa Civil, Rolf Vidal; da Comunicação, João Neto; da Fazenda e Planejamento, Sandro Armando; da Infraestrutura, Cidades e Habitação, Renato de Assunção; da Casa Militar, tenente-coronel Silva Neto; de Assuntos Estratégicos, Keliton Sousa Barbosa; o controlador-geral do Estado, Senivan Almeida; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jaizon Veras; o chefe de gabinete do Governador, Divino Alan Siqueira; e o assessor especial, José Humberto Marquez. (Com informações de Élcio Mendes/Foto: Washington Luiz)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.