Armando Cayres de Almeida não tem envolvimento com o esquema criminoso desvendado pela Polícia Civil, que agia dentro da regional do Naturatins, em Araguatins, no Bico do Papagaio, desmontado na manhã desta sexta-feira, 22.

Armando teve seu nome arrolado por engano na decisão que autorizou a operação. Ele chegou a ser levado para a delegacia, mas comprovou que não tem ligação com o esquema e foi liberado. Segundo o delegado responsável pelas investigações, Thiago Bustorff, Armando foi levado para a delegacia, mas comprovou que não tem envolvimento e foi liberado.

O grupo preso nesta sexta, é acusado de cobrar propina de fazendeiros e até de Prefeituras para retirar multas e liberar licenças ambientais.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.