Dois indígenas identificados como Pedrinho Lopes Guajajara e Ocildo Duruteu Tomaz Guajajara foram mortos após uma tentativa de assalto na manhã desta segunda-feira, 4, na BR-226, em Barra do Corda, sul do Maranhão, na área da reserva indígena Cana Brava.

De acordo com a Polícia Militar (PM-MA), Pedrinho tinha diversas passagens pela polícia por crime de roubo qualificado, associação criminosa, corrupção de menores, tráfico de drogas. Além disso, ele tinha um mandato de prisão aberto e era considerado foragido da Justiça.

A polícia investiga a possibilidade dos indígenas terem sido baleados por vítimas, que estavam armadas no momento da abordagem. Há a suspeita de que outros dois indígenas ficaram feridos após a ação. (G1)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.