Pela manhã, neste domingo (17), a prova do concurso da Prefeitura de Marabá foi realizada em 64 escolas da cidade. Os portões foram abertos às 7 h e fechados pontualmente às 8 horas. Nesse primeiro turno do exame, dos 18. 769 inscritos foram registrados 4.009 faltosos, o que representa 21,8%.

Pela manhã, neste primeiro de três dias de provas, o exame foi destinado aos cargos de nível fundamental na área de agente de serviços gerais, auxiliar de secretaria de Escola, operador de máquinas pesadas e motoristas categoria C e D. Os candidatos tinham que resolver 50 questões das disciplinas de português, matemática/ raciocínio lógico, atualidades e Regime Jurídico Único (RJU).

A banca responsável pelo concurso é a Fadesp (Fundação de Amparo e Desenvolvimento de Pesquisa). Além de fiscais e coordenadores, a Fundação solicitou o apoio das Polícias Civil e Militar, da Guarda Municipal e do Departamento Municipal de Trânsito (DMTU) para os três dias de prova em 17, 23 e 24 de março.
Segundo a coordenação a prova ocorreu de forma tranquila, apenas com um caso inusitado. Um candidato foi flagrado com um ponto eletrônico e levado para a seccional de Polícia Civil. De acordo com Paulo Freire da Fadesp, o caso foi solucionado devido à fundação sempre dispor de detector de metais nos banheiros em todos os locais de prova.

EXPECTATIVA

Muitos candidatos vieram de longe para participar do certame. Michele Viana Lima, também de 22 anos, veio de Nova Ipixuna para realizar o certame. Segundo ela, a expectativa é grande para a prova. “Estou muito nervosa, mas estudei”, expressou.

Robson Souza Silva é de Dom Eliseu e pleiteia um espaço para agente de serviços gerais. “A expectativa está boa. Estou muito ansioso e ao mesmo tempo confiante”, disse ele com firmeza.

O participante deve ficar atento ao horário de fechamento dos portões, a candidata Tainá Silva, confundiu a escola que realizaria a prova e acabou chegando após um minuto que os portões estavam fechados. Triste ela retornou para a sua cidade de origem, Eldorado de Carajás.

OTIMISMO

Para uns tristeza, otimismo para outros. José Graciliano veio de Goianésia do Pará. Ele classificou como tranquila a prova e sem nenhum sinal de irregularidades. Michele Viana também sentiu a mesma segurança. “A prova foi Boa. Estou otimista. Aconteceu tudo na tranquilidade”, contou.

PERÍODO DA TARDE

À tarde, das 14 às 18 horas, foi a vez dos candidatos para agentes de portaria. Dos 15.083 inscritos  distribuídos em 57 escolas, 2.775 faltaram, representando 18,7%.

No sábado, 23, serão aplicadas para provas do nível superior e no domingo, manhã e tarde para cargos de nível médio. (Emily Coelho e Kélia Santos/Fotos: Paulo Sérgio dos Santos)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.