A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos  – DRCC, em parceria com o Governo Federal, por meio do Ministério da Justiça e da Secretaria Nacional de Segurança Pública, participa nesta quinta-feira, 28, da quarta fase da Operação Luz da Infância. O objetivo é identificar supostas atividades relacionadas à crimes envolvendo exposição de crianças e adolescentes a abuso e exploração sexual pela internet.

Neste momento, no Tocantins, a Polícia Civil cumpre mandado de busca e apreensão em residência  na cidade de Itacajá, região centro-norte do estado. Este é o segundo alvo identificado de acesso à conteúdo de pornografia infantil. Outro foi registrado na Capital, onde o suspeito teria acessado mais de uma centena de vezes a conteúdo de exploração sexual infantil, o que levou ao cumprimento de mandado de busca e apreensão em residência e também a estabelecimento empresarial local. Em breve serão repassadas mais informações.

Configuram como crime, o armazenamento e compartilhamento de  arquivos em dispositivos relacionados a estupro de vulnerável. Até o momento foram presas 60 pessoas em todo o país.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.