Depois de moradores do povoado Vila União, no município de Buriti, no Bico do Papagaio, mostrarem nesta terça-feira, 2, indignação contra a mudança repentina de servidores na Escola Estadual Ministro Ney Braga, esta quarta, dia 3, foi a vez de um manifesto no povoado Centro dos Ferreiras, também em Buriti.

As alegações são as mesmas, mudança de servidores por outros, que não são da comunidade. Na manhã desta terça, as aulas na Escola Estadual Darcinópolis, não aconteceram, devido o protesto.

Os moradores dizem que as mudanças são até normais, pois não são cargos efetivos, mas que o Governo deveria contratar moradores da localidade. “Olha, se fossem cargo de complexidade, que exigissem alta qualificação, como um professor de determinada matéria, tudo bem. O problema é que estão trazendo vigias, merendeiras, asg’s, de mais de 15 km de distância, sendo que na própria comunidade existem pessoas que podem fazer o serviço”, disse um dos moradores.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.