Moradores do povoado Vila União, no município de Buriti, no Bico do Papagaio, fizeram protesto durante dota esta segunda-feira, 1, contra a indicação de servidores que não moram na localidade para trabalharem na Escola Estadual Ministro Ney Braga.

Segundo os manifestante, o Governo do Estado estaria acatando indicações de deputados, vereadores, prefeito e lideranças, para cargos de vigia, assistente de serviços gerias, merendeiras e outros, com pessoas de fora do povoado, vindos da sede do municípios ou até mesmo de outras cidades. “É preciso ter o pensamento que mesmo em Vila União temos pessoas capacitadas para ocupar essas vagas. Isso é um desrespeito aos moradores”, comentou um dos manifestantes.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.