Um total de 3.588 postos de trabalho foram criados enquanto 3.382 demissões foram registradas nos dois primeiros meses de 2019 em Parauapebas, no sudeste do Pará.

Os dados foram divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No primeiro mês do ano, os números apontaram 1.284 demissões em Parauapebas que abriga em suas terras o Projeto Ferro Carajás.

Em Parauapebas, as ocupações de servente de obras e Faxineiro foram as que mais registraram admissões. No levantamento desenvolvido pelo Portal Canaã com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), um total de 215 e 132 vagas de empregos foram criadas no período, respectivamente. Já servente de obras e soldador foram as que mais registraram demissões, com 345 e 165 vagas reduzidas.

O setor que registrou o pior saldo de empregos durante os dois primeiros meses deste ano foi a construção civil, com 1.629 demissões. (Portal Canaã)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.