A Superintendente do SENAR Tocantins, Rayley Luzza, participou em Brasília do encontro das administrações regionais que irão atuar no “Projeto Paisagens Rurais. ”

O diretor-geral do SENAR Brasil, Daniel Carrara, afirmou que o Projeto Paisagens Rurais marca “um novo momento de valorização e priorização das ações de Assistência Técnica” no País. “Esse projeto significa aproximação com o governo alemão e continuidade da parceria com o Banco Mundial. Além disso, mostra que a assistência técnica está na pauta do governo e tem o apoio do Ministério da Agricultura”, afirmou Daniel.

A instituição vai promover assistência técnica e capacitação para quatro mil produtores rurais desses estados com foco na recuperação ambiental e produtiva do bioma Cerrado.

Com apoio do Banco Mundial, o projeto é coordenado pelo Serviço Florestal Brasileiro e pelo Ministério da Agricultura e tem como parceiros a Agência de Cooperação Técnica Alemã – GIZ, o SENAR, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI), por meio do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), e a Embrapa.

Rayley Luzza comentou durante o encontro que o projeto é uma oportunidade para que o produtor possa reorganizar o passivo ambiental declarado, se regularizando com os órgãos ambientais, e o SENAR poderá auxiliá-los, não só com assistência técnica prevista no programa por 24 meses, como também na elaboração do Projeto de Recomposição de Áreas Degradadas (PRADA).

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.