O governador interino, Mauro Carlesse (PHS), da Coligação Governo de Atitude, foi eleito neste domingo, 24, para chefiar o Executivo do Tocantins. Carlesse, que vai comandar o Estado em um mandato-tampão de 6 meses, venceu o senador Vicentinho Alves (PR), da Coligação A Vez dos Tocantinenses, no segundo turno da Eleição Suplementar marcada pela alta taxa de abstenção e votos nulos.

Com pouco mais de 80% das urnas apuradas, Carlesse já havia assegurado votação necessária para derrotar Vicentinho.

Segundo o TRE, nenhum eleitor foi preso no interior ou na capital do estado.

A votação abrangeu 877 locais. A eleição suplementar foi convocada por causa da cassação do mandato do governador Marcelo Miranda, do MDB, e da vice-governadora Cláudia Lélis, do PV, acusados de concorrer, em 2014, com verbas arrecadadas ilegalmente.

A perda do mandato foi determinada em março, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que caracterizou o crime como abuso de poder econômico, detectando uma movimentação de R$ 1,5 milhão por meio de contratos e operações simuladas, que teriam sido coordenadas por laranjas.

Resultado final:

 

 

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.