Jéssica e Daniel foram detidos, mas Silvane e Ítalo seguem foragidos.

A morte de um homem de 32 anos esfaqueado, no último dia 23 de março, em Manaus, no Amazonas, se revelou em uma trama passional após a Polícia Civil prender um dos casais envolvidos na morte: outro casal está foragido e, segundo as autoridades, também participaram da execução no caso do quinteto amoroso.

Foram presos Daniel Mariano da Silva, de 30 anos, e a companheira dele, Jéssica Anaqueri Azevedo, de 24 anos. Eles eram pastor e missionária de uma mesma igreja evangélica de Manaus.

Jéssica vivia um relacionamento extraconjugal com Wallace Souza Batista, também da igreja evangélica. O que ela não sabia é que Wallace ainda se envolvia com Silvane Ribeiro da Silva, do mesmo templo religioso.

Jéssica descobriu que o amante tinha outro caso amoroso e resolveu armar um plano de vingança, segundo a polícia. Jéssica contou o caso para o seu marido, o pastor Daniel Mariano, e Silvane para o seu marido, Ítalo Amaral Pinho.

Os dois casais armaram uma emboscada para Wallace e o surpreenderam em uma área de mata. O quarteto esfaqueou o homem até a morte.

Moradores da área chegaram a ouvir os gritos da vítima, mas não saíram de casa por medo. O corpo foi encontrado no dia seguinte.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.