A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO) emitiu parecer pela rejeição das contas consolidadas do município de Palmeiras do Tocantins, sob a gestão de Evandro Pereira de Sousa, prefeito à época, referente ao exercício financeiro de 2015.

De acordo com o parecer, entre as irregularidades cometidas, o percentual do valor arrecadado em função do valor estimado foi de 50,88%, estando assim abaixo dos 65%, bem como a realização de despesas impróprias na Manutenção de Desenvolvimento de Ensino.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.