Dos 24 deputados estaduais pelo menos 15 deles mais que dobraram o patrimônio nos últimos quatro anos. O número só não é exato porque dois deles, Toinho Andrade (DEM) e Raimundo Palito (PP), deixaram de declarar bens nos dois últimos pleitos.

Tirante a dupla, quatro perderam patrimônio e, tomando como dado as declarações de bens de 2006 e de agora, o percentual de aumento variou de 52% (o menor, de Iderval Silva, PMDB) a 1.180% (o maior, Luana Ribeiro, do PR).

Iderval Silva declarou R$ 834 mil há quatro anos e agora, R$ 1.268.000,00. Quem também aumentou seus bens foi Manoel Queiroz que é o segundo em percentual com aumentou de 913% nos bens. Ele declarou R$ 40 mil em 2006 e agora, R$ 405 mil. (Com informações de Lailton Costa – Jornal do Tocantins/Coluna Antena Ligada)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.