Membros da Associação dos Barraqueiros de Palmeiras (ABP), no município de Palmeiras do Tocantins, reivindicam ao Consórcio Estreito Energia (Ceste) – responsável pela construção da Usina Hidrelétrica Estreito – melhorias na praia provisória da cidade.

Integrante da associação, Vera Lúcia Sousa Silva disse que sem as melhorias, não há condição de funcionamento do local. Segundo ela, a distância das barracas até o rio é muito grande, e a margem, em vez de areia, é formada por barro. “O rio está muito profundo, temo pela segurança dos banhistas”, frisou Vera, ao falar também que o movimento dos banhistas é pequeno.

São 15 barracas que receberam do Ceste uma ajuda de custo de R$ 1 mil cada, segundo a ABP. O Jornal do Tocantins entrou em contato com a assessoria de imprensa do Ceste, mas não obteve resposta até o fechamento desta edição. (T.C.)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.