O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) confirmou, nesta terça-feira, 20, por unanimidade, as decisões liminares da semana passada e manteve as multas aos seis sindicatos que patrocinaram nota pública contra o PSDB, ao comentarista político Jefferson Agamenon e ao locutor sertanejo Benedito Pimenta da Silva (Compadre Pimenta). Todas as multas são no valor de R$ 5 mil, totalizando, portanto, R$ 40 mil em sanções impostas aos governistas.

Os sindicatos condenados foram o Sisepe-TO (Sindicato dos Servidores Públicos do Tocantins), Sintras (Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Tocantins),  Sintet (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Tocantins), Sindifato (Sindicato dos Farmacêuticos do Estado do Tocantins), Sindijor (Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Tocantins) e Sindifiscal (Sindicato dos Auditores Fiscais do Tocantins). Eles patrocinaram, em vários jornais, um “A Pedido” (anúncio publicitário específico), além de comunicados em emissoras de televisão.

Para o TRE, a propaganda, que foi veiculada no meio da polêmica sobre o julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) sobre os comissionados, teve o objetivo de prejudicar o candidato tucano a governador, José Wilson Siqueira Campos.

Por sua vez, Agamenon e Compadre Pimenta fizeram, na Rádio 96, que pertence ao sistema público de comunicação estatal, comentários para favorecer o governador e candidato à reeleição Carlos Gaguim (PMDB) e prejudicar Siqueira Campos. (Daniel Machado)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.