Confiante na ótima votação que obteve no primeiro turno da Eleição Suplementar, na segunda maior cidade do estado, Araguaína. O pré-candidato a governador do estado, Carlos Amastha (PSB), optou por ignorar o segundo mais colégio eleitoral e excluir de sua chapa, qualquer político que represente a cidade.

Nos bastidores a informação é que Amastha considera difícil perder a votação da Suplementar na cidade, pois considera serem votos consolidados e preferiu tentar se reforçar na região central, principalmente Palmas, onde perdeu 30 mil votos se comparado a eleição municipal de 2016, onde foi reeleição prefeito da capital.

A chapa de Amastha será composta pelo vice que é de Gurupi, Oswaldo Stival e pelos senadores que buscam reeleição, Vicentinho Alves (PR), de Porto Nacional e Ataídes Oliveira (PSDB), de Palmas.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.