O ex-deputado Marcelo Lelis (PV), parece não guardar rancor ou magoas do pré-candidato a governador, Carlos Amastha (PSB). Lelis foi condenado em 2013 por abuso de poder econômico nas eleições municipais de Palmas em 2012, como resultado de uma ação movida por Amastha (PP).

A Justiça decretou a inelegebilidade de Lelis até 2020. O pevista chegou a recorrer da decisão no TRE e TSE, mas a condenação foi mantida.

Agora, seis anos depois, e há apenas 2 anos da pena chegar ao fim, Lelis e Amastha abriram conversações para uma possível aliança, com vista as Eleição Geral deste ano, onde Amastha deve ser candidato a governador. O PV de Lelis mira espaço em uma composição para disputar cadeiras de deputado estadual e federal, e, para isso, já acertou uma aliança com PROS, PSDC, PRP e PPL, faltando apenas definir as composições majoritárias e Amastha passou a ser o preferido do grupo.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.