A operação denominada Impactus III deflagrada, nesta sexta-feira (20), em Marabá, sudeste paraense, resultou seis mandados de busca e apreensão cumpridos e em quatro pessoas conduzidas à Delegacia. Duas delas foram presas em flagrante por tráfico de drogas, uma pessoa foi presa por porte ilegal de arma de fogo e outra (uma mulher) foi conduzida à unidade policial por ser usuária de drogas.

Em três dos seis alvos (residências) da operação, foram apreendidas drogas do tipo “crack” e “maconha”, além de dinheiro, uma arma de fogo e apetrechos comumente utilizados para embalagem e preparo de drogas.

A ação policial foi realizada por 36 policiais civis de Marabá juntamente com oito policiais militares, três guardas municipais de Marabá e apoio do helicóptero do GRAESP (Grupamento Aéreo de Segurança Pública). “O objetivo da operação foi dar cumprimento a mandados de busca e apreensão domiciliar expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Marabá”, explica a delegada Simone Felinto, titular da Superintendência da Região do Carajás, sediada em Marabá. Ela explica que as investigações foram iniciadas pela SIAC (Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal do Pará), após denúncias de populares sobre intenso comércio de entorpecentes na área do bairro do Amapá, em Marabá, fato que vem incomodando moradores do núcleo. “As medidas cautelares de busca e apreensão foram pleiteadas ao Poder Judiciário após intenso trabalho investigativo na região. Durante a operação, foram conduzidas quatro pessoas, as quais foram ouvidas na Delegacia de Polícia para serem verificadas e individualizadas suas condutas. Entre eles, estão pessoas contumazes na prática delituosa. Algumas delas com extensa ficha criminal”, detalha.

Segundo a delegada, o resultado da operação é reflexo das ações integradas que têm sido intensificadas no Sudeste Paraense, como parte de uma diretriz da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, da Delegacia Geral de Polícia Civil e do Comando Geral da Polícia Militar do Pará.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.