Maranhense de Grajaú, Agnaldo Pereira Lima, de 42 anos, popularmente conhecido como “Marabá”, chegou ao Tocantins na busca por oportunidades. Como a grande totalidades dos moradores de Palmas, nunca teve padrinho ou foi pupilo de ninguém. Atuando na TV como apresentador e repórter, se tornou conhecido.

Em 2014 tentou pela primeira vez disputar um cargo eletivo, e se lançou candidato a deputado federal. Sem nenhum tipo de recurso, apoiado apenas na sua história de vida e trabalho na TV, conseguiu impressionantes 7.576 (1.03%), ficando na 18ª posição. Desta feita, Marabá foi candidato pelo PHS, hoje partido do governador, Mauro Carlesse.

Agora, 4 anos depois, Marabá quer novamente entrar na disputa por uma cadeira na Câmara dos Deputados. Mas os planos de Marabá não são os mesmo de Amastha, presidente do partido em que Marabá é filiado, o PSB.

Nesta sexta-feira, 27, Marabá se lamentou ao jornalista Cleber Toledo, pelo fato de não ter sido convidado para a reunião dos pré-candidatos do PSB. O fato é que Marabá não sabe, mas Amastha, já definiu seu futuro político para essa eleição. Será apoiar a candidatura do vereador e pupilo, Tiago Andrino, candidato oficial de Amastha e do PSB a Câmara dos Deputado.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.