Veranistas da região sul do Pará já têm garantidas as ações da Operação Verão 2018. Os gestores do Sistema de Segurança Pública apresentaram na última sexta-feira (29), em entrevista coletiva, o esquema de policiamento e prevenção de ocorrências para os balneários localizados naquela região, nos municípios de Conceição do Araguaia, Pau D’Arco, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu e Santa Maria das Barreiras.

O plano de segurança foi detalhado na sede do Comando de Policiamento Regional 5, localizado em Redenção. À frente da coletiva estava o comandante do CPR 5, coronel PM Ericke Fleming, além do superintendente de Polícia Civil do Araguaia Paraense, delegado Luciano Cunha, e o comandante do 10º Grupamento de Bombeiro Militar, major Marcos Galúcio.

A Praia das Gaivotas, em Conceição do Araguaia, assim como os demais balneários da região, contará com 108 policiais militares como reforço, sendo 27 em cada final de semana de julho. “Estamos atentos às demandas e prevenindo os delitos nesse período de grande demanda por conta do veraneio. Atuaremos de forma integrada com os demais órgãos do Sistema de Segurança”, garantiu o comandante Ericke Fleming.

Já a Polícia Civil mobilizará uma equipe de reforço – composta por um delegado, um escrivão e dois investigadores -, com o apoio de mais uma viatura policial, que se juntará à equipe policial do município. Os policiais do reforço integrarão as ações de prevenção, que serão realizadas em conjunto com a PM e o Departamento de Trânsito do Estado (Detran) na região.

Com sede em Redenção, o 10º GBM contará com 29 bombeiros militares, para atuação nas praias das Gaivotas, em Conceição do Araguaia; do Pio, em Santa Maria das Barreiras, e do Boto, em Santana do Araguaia. O Detran já enviou uma equipe de cinco agentes para o município de Conceição do Araguaia. (Sérgio Chêne)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.