Por meio do secretário de Assistência Social, Chardison Silva Aguiar, a Prefeitura Municipal de Xambioá, município no Bico do Papagaio, comentou sobre a reclamação de um morador sobre o suposto uso indevido de um veículo Fiat Uno, pertencente ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), em compras particulares no município de Araguaína, no norte do Tocantins. O flagrante foi feito na última quinta-feira, dia 12.

Chardison Silva explicou que o veículo fotografado estava em Araguaína, para buscar doações que o supermercado onde foram feitas a s fotos, outras empresas e pessoas físicas realizam para a Casa de Acolhimento Institucional Andorinhas. Os servidores que ocupavam o carro eram a diretora da Casa de Acolhimento, o motorista do CRAS e a assistente social da Casa de Acolhimento. Todos os ocupantes do carro estavam a serviço naquele dia.

O secretário disse ainda que a madrasta da prefeita, Patrícia Evelin (MDB), não estava no carro, apesar de estar no interior do supermercado. Segundo o gestor, ela estava dirigindo sua caminhoneta e se encontrou por acaso no local.

Sobre o reboque, Chardison afirmou que foi emprestado por um empresário, que também faz doações para a Casa de Acolhimento, para que os produtos doados pelos empresários de Araguaína fossem acondicionados e levados para Xambioá. A data do recebimento das doações coincidiu em decorrência de um acerto entre os empresários e a Casa de Acolhimento em fixar para todo dia 12 a data para os donativos serem recolhidos em Araguaína.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.