Cavalhadas em Taguatinga
Cavalhadas em Taguatinga

Em meados de agosto, são realizadas tradicionais celebrações religiosas no Tocantins, sendo que algumas delas são as Romarias do Senhor do Bonfim, realizadas em vários municípios, e as de Nossa Senhora da Abadia, período que também acontecem as cavalhadas de Taguatinga. Na noite de quinta-feira, dia 13, o presidente do Legislativo, deputado Carlos Henrique Gaguim (PMDB), esteve no sudeste do Estado, onde, juntamente com o deputado Paulo Roberto (Dem), participou da abertura do duelo entre Mouros e Cristãos na Arena das Cavalhadas.

A batalha de dois dias é revivida em Taguatinga desde 1937 por 24 cavaleiros, sendo 12 Cristãos, que lutam com a cor azul, e 12 Mouros, com a cor vermelha. O objetivo é a conversão dos Mouros à doutrina do cristianismo. A luta é encenada por corridas com lança, espadas e garruchas. Este ano a festividade, comemorada de 8 a 15 de agosto, contará ainda com rodeio, shows musicais e uma megaestrutura para a produção dos eventos.

Senhor do Bonfim

Ainda no sudeste tocantinense, o município de Natividade vira palco da peregrinação de fiéis tocantinenses e até mesmo de outros Estados. Todos os anos, na segunda semana de agosto e às vésperas da missa do Senhor do Bonfim, o presidente Carlos Henrique Gaguim reúne familiares e amigos para participarem da romaria. Eles percorrem, a pé, os 23 quilômetros que separam Natividade do povoado do Bonfim, localizado a 218km de Palmas.

Cumprindo o ritual de fé, Gaguim também deve conduzir a imagem da cruz do Bonfim durante a procissão que segue até o altar da igreja, onde acontece a celebração da missa campal para milhares de romeiros, vindos dos quatro cantos do Tocantins. A intenção do presidente da Assembléia Legislativa é visitar os festejos do Senhor do Bonfim em outros municípios como Fortaleza do Tabocão e Araguacema. (Patrícia Sampaio)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.