Todas as quadras de Palmas serão vistoriadas durante uma operação da Companhia de Energia Elétrica do Tocantins (Celtins) que começou nesta terça-feira (12). O objetivo é fiscalizar o uso de energia e combater os “gatos” na capital. Segundo a concessionária, 14,83% de toda a energia do estado são desviadas, energia suficiente para abastecer uma  cidade  do porte de Paraíso do Tocantins pelo período de oito meses. O furto gera um prejuízo de R$ 15 milhões por ano.

Durante o período de fiscalização, que não tem previsão para terminar, mais de 20 equipes vão verificar as instalações em casas e estabelecimentos comerciais. Durante vistoria nesta terça-feira, os técnicos encontraram um desvio em uma residência na quadra 404 Sul. O dono não estava no momento, mas ele vai ser notificado. Terá que se explicar para a polícia e vai pagar uma multa.

“A gente tem suspeita, tem denúncias por toda a cidade, mas a gente está fazendo varreduras. Escolhemos uma região com alto índice de perdas ou com alguma probabilidade e fazemos um arrastão passando por todas as unidades consumidoras para que se encontrarmos alguma irregularidade possamos retirá-la”, explicou o coordenador da fiscalização Eloysio Lima Lopes. Ainda de acordo com a Celtins, três pessoas morreram esse ano quando estavam fazendo ligações clandestinas. (G1 TO).

 

 

 

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.