Dois policiais militares foram presos no último sábado (16) por suspeita de extorsão mediante sequestro, na rodovia Transcoqueiro, em Belém. De acordo com o major Bahia, da Corregedoria da Polícia Militar, o dono de um restaurante foi abordado pelos policiais, que estavam de folga e à paisana, dentro do estabelecimento. Neste momento, eles teriam sequestrado a vítima para solicitar resgate. Os familiares e testemunhas que estavam com a vítima ligaram imediatamente para o disque denúncia do Centro Integrado de Operações (Ciop) e informaram o local onde o valor seria pago.

Duas viaturas da PM foram deslocadas para o ponto combinado e as equipes aguardaram a chegada dos policiais com a vítima. Quando os suspeitos chegaram, houve troca de tiros durante a abordagem. Um deles foi baleado no ombro e encaminhado para o Hospital Metropolitano, em Ananindeua. O outro prestou depoimento na Delegacia de Crimes Funcionais (Decrif), da Polícia Civil, e na manhã deste domingo (17) foi levado para a penitenciária Anastácio das Neves, em Santa Isabel do Pará. Eles foram autuados na própria Decrif por extorsão mediante sequestro.

Um terceiro suspeito, também policial militar, está foragido. Ele teria conseguido escapar porque estava em outro veículo. O major não informou o valor do resgate, mas de acordo com uma testemunha o primeiro valor solicitado para a soltura da vítima foi de R$ 3 mil, e posteriormente os policiais teriam pedido R$ 6 mil. Um inquérito policial militar foi aberto para investigar o caso na Corregedoria da corporação e na delegacia especializada da Polícia Civil. (G1 PA).

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.