Logo após tomar conhecimento de que a água distribuída no distrito de Natal havia sofrido alteração de cor, uma equipe do Serviço Municipal de Saneamento de Araguatins (SEMUSA), se deslocou até o distrito para saber as causas e resolver o problema. Ao chegar no local, foi descoberto um verdadeiro crime ambiental por parte de pessoas até então desconhecidas. Vários buracos foram escavados próximo ao local de captação de água ao lado da nascente do Córrego da Cota. Os buracos se transformaram em imensas poças de lama que escorrem diretamente para a nascente do rio. Além dos buracos foram encontrados canos que provavelmente serviriam para auxiliar na captação irregular de água e sistema clandestino de irrigação.

Segundo o superintendente do Semusa Luiz Felipe Galdioso, ao constatar o problema a equipe deu início a limpeza. “Chegando aqui constatamos essa situação e imediatamente instalamos os equipamentos para fazer o remanejamento da água empossada. Assim esperamos limpar totalmente o local de captação e também a nascente que foi comprometida com esse crime ambiental”.

O superintendente esclareceu ainda que mesmo sem haver a cobrança da tarifa pelo consumo de água aos moradores, o órgão mantém um servidor exclusivo para monitorar a distribuição e fazer as devidas manutenções. Sobre as escavações que comprometeram a cor da água, Galdioso afirmou que órgãos ambientais competentes serão comunicados sobre o fato para que tomem as medidas cabíveis. (Léo Cândido)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.