Caminhoneiros denunciaram as péssimas condições de infraestrutura e a cobrança irregular de pedágio de uma estrada que liga o município de Carolina, a 860 km de São Luís, a cidade de Goiatins, no Tocantins. O caso foi destaque na edição do Fantástico desse domingo (26).

A cobrança irregular do pedágio é cobrada diariamente aos caminhoneiros que precisam cruzar a estrada de terra, que está em péssimas condições, caso queiram chegar ao Tocantins. Em vez de cancela, uma corrente de ferro foi colocada de ponta a ponta da via, impedindo a passagem dos veículos.

Placas localizadas mostram os valores que são desembolsados por quem precisa passar pelo local. Os preços variam entre R$ 10 a R$ 40 para caminhões vazios e quando os veículos voltam carregados, os caminhoneiros chegam a pagar R$ 90 e além disso, o pedágio cobra R$ 4 por tonelada.

Segundo os funcionários do pedágio, que não foram identificados, o valor pago pelos caminhoneiros serve para a manutenção das estradas. “Na verdade não é um pedágio, isso daqui é uma manutenção de estradas”, disse o funcionário.

O caminhoneiro Joaquim de Souza, que percorre o Brasil fazendo o transporte de cargas pesadas, afirma que estradas como a do sul do Maranhão elevam os custos com manutenção do veículo. “A manutenção nossa aqui fica muito cara”, disse.

De acordo com a prefeitura de Carolina, ninguém está autorizado a fazer cobranças na região e deve tomar as providências necessárias. (G1)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.