Em grande reunião que aconteceu na manha desta sexta-feira, 24, com produtores rurais, lideranças políticas, entidades classistas, trabalhadores,  empresários e estudantes, o candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes,  apresentou seu projeto de desenvolvimento do Brasil, ao lado da candidata a vice-presidente, senadora Kátia Abreu (PDT).
Em discurso, a senadora deu destaque ao Matopiba, última fronteira agrícola brasileira formada pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Lembrou que, apesar do alto potencial produtivo da região,  os produtores ainda carecem de infraestrutura e de apoio do Estado.
A candidata frisou a importância das rodovias BR-242, BR-235 e BR-153 para o escoamento da produção e desenvolvimento do centro-norte do país. “Sabemos que não há nenhum brasileiro que conheça mais de desenvolvimento regional do que Ciro Gomes”, afirmou Kátia Abreu.
“Temos um altíssimo potencial de riquezas que infelizmente não chega a todos os produtores. Há uma legião de pequenos agricultores familiares que vivem à margem da prosperidade do agro e isso não pode continuar. Precisamos de uma política pública forte de inclusão dessas pessoas”, disse.
Ciro Gomes homenageou Kátia Abreu, apontando-a como “a mais preparada em uma constelação de mulheres da política”. “Escolhi a Kátia porque o Brasil precisa de políticos que dêem exemplo e ela é exemplo de decência, de compromisso nacional de compromisso popular”, disse.
Kátia Abreu afirmou que a candidatura de Ciro representa o resgate do espírito público na política. “Antes de Ciro Gomes me escolher para sua vice, eu o escolhi para ser meu presidente. É o único nome que nos dá esperança real de mudança. É um homem honesto, astuto, inteligentíssimo, tem carisma especial e está preparado para governar nosso país”, disse.
Cartas de reivindicações
Na solenidade, entidades representativas tiveram oportunidade de entregar suas cartas de reivindicações a Ciro Gomes, que prometeu analisar atentamente a fim de incluí-las em seu plano de governo. Foram elas: Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (FAET), Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do estado do Tocantins (Fecomércio), Associação Tocantinense de Municípios (ATM), Sebrae e Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB).
Também estavam presentes o candidato a senador e deputado federal Irajá Abreu (PSD), o presidente do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Carlos Lupi, a presidente do PDT Mulher e candidata a deputada estadual, Gleidy Braga, o presidente regional do Partido Verde (PV) Marcelo Lélis, o presidente da Fecomércio, Itelvino Pisoni, o presidente do conselho deliberativo do SEBRAE, Pedro Lopes, o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras no Tocantins (OCB/TO), Ricardo Khoury, presidente da FAET, Paulo Carneiro, e representando os prefeitos do Estado, o prefeito de Jaú do Tocantins, Onassys.
- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.