A importância do agronegócio na economia brasileira já é amplamente divulgada e documentada em números e estatísticas. Em 2017, este setor alcançou a sua contribuição recorde para o Produto Interno Bruto (PIB) do País, 23,5%, e foi responsável por 48% das exportações. Sistemas informatizados dos mais variados tipos gerenciam as atividades agropecuárias no Brasil, medindo insumos, produção, mercado, entre outros fatores envolvidos nesse cenário, que há décadas mantém o predicado de carro-chefe da economia nacional.

Por outro lado, a produção de resíduos e efluentes resultantes dessas atividades não possui o mesmo nível de tecnologia e organização. Para tentar reverter essa situação, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) se uniram para desenvolver um sistema que vai mapear e organizar as informações das biomassas, resíduos e efluentes do agronegócio brasileiro com foco na bioeconomia.

LEIA MAIS: http://www2.senar.com.br/Noticias/Detalhe/10082

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.