Em encontro realizado no último dia 21, a Prefeitura de Imperatriz, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, Semus, firmou parceria com o Banco do Brasil. Durante reunião no gabinete do secretário Alair Firmiano, o gerente regional de relacionamento da instituição financeira, Paulo Ricardo, acertou detalhes da proposta. Participaram também, a assessora de Planejamento e Projetos Especiais, Isabel Macedo e o coordenador da tesouraria Benerval Merencio.

Oferta de cursos gratuitos na Universidade Banco do Brasil aos servidores da saúde estão entre os principais benefícios da parceria, que prevê ainda doação de computadores para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, APAE.

“Habilitada recentemente como Centro Especializado de Reabilitação Física e Intelectual tipo 2, a APAE passou a compor a rede municipal de atendimento a pessoa com deficiência. Modernizá-la será essencial para prestação de um bom serviço a população” – pontuou o secretário de Saúde, Alair Firmiano.

Os cursos a serem ofertados são da linha BB educar, em plataformas online. “O banco disponibiliza uma universidade corporativa ao setor público. Nela os servidores terão acesso a cursos específicos voltados para gestão pública, incluindo educação financeira pessoal. Além disso, estamos propondo à Prefeitura prestação de serviço e melhoria no atendimento na parte negocial e operacional, com atendimento especializado e exclusivo” – ressaltou Paulo Ricardo.

A assessora de Planejamento e Projetos Especiais da Semus, Isabel Macedo, explica que as tratativas para essa parceria já estão sendo discutidas desde 2017, quando começaram  elencar demandas e projetos. Segundo ela, ao verificar a existência  da linha BB educar, o Município já demonstrou interesse.

“A gente avança muito, quando disponibilizamos conhecimento para população, e por isso, o Município vai definir uma logística que atinja todos os servidores da saúde de forma gradativa, pois a partir do momento que se entende como funciona o setor público se melhora o funcionamento do processo” – afirmou. Segundo ela, dentro dessa linha,  Secretaria de Saúde vai fortalecer alfabetização, estendendo para cursos na área de inglês e informática para idosos posteriormente. (Maria Almeida)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.