O jovem Daniel de Aguiar Silva, de 13 anos, morreu na manhã desta sexta-feira (24) após um acidente no sítio onde ele morava na zona rural de Itaguatins, no norte do estado. Ele estava brincando enquanto o padrasto dele aparava o mato próximo à casa com uma roçadeira elétrica. O homem teria perdido o controle do equipamento após bater em uma cerca de madeira escondida no matagal e atingido a perna do adolescente.

Daniel chegou a ser socorrido e levado ao Hospital Municipal de Maurilândia, que fica mais próximo do sítido o que o de Itaguatins. Ele não resistiu a perda de sangue e morreu na unidade. O corpo foi levado para o IML de Tocantinópolis.

O padrasto se apresentou voluntariamente na delegacia para explicar a situação e foi feita a ocorrência. Ele vai responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. O delegado não estava naquele momento e ele foi liberado para ir para casa. O depoimento dele foi marcado para a próxima quinta-feira (30).

O jovem havia feito aniversário no último dia 1º. Ele estudava na Escola Municipal Constância de Morais, em Maurilândia. A morte deixou a comunidade escolar chocada e as aulas foram suspensas em toda a rede municipal nesta sexta-feira. Elas serão retomadas na segunda-feira (27).

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.