A Polícia Civil do Pará deu cumprimento, hoje de manhã, aos mandados de prisão preventiva enviados ao Pará pela Polícia Civil do Mato Grosso em desfavor de Juraci Soares Lacerda e do filho dela, o presidiário Fernando Soares Lacerda. A mulher foi presa em sua residência localizada no município de Jacundá. Fernando, que está custodiado no presídio do Centro de Recuperação Regional de Tucuruí, teve o mandado de prisão cumprido na cadeia. Os mandados de prisão foram cumpridos em ação conjunta das equipes da Superintendência Regional da Polícia Civil do Lago de Tucuruí, do Núcleo de Apoio a Investigação de Marabá e do Grupo de Pronto Emprego, em apoio à Operação Red Money articulada pela Polícia Civil do Estado do Mato Grosso.

Fernando responde, no Pará, processo criminal por associação criminosa. A mulher vai ser conduzida ao presídio regional em Marabá, onde ficará custodiada à disposição da Justiça de Cuiabá, no Mato Grosso, assim o presidiário que irá permanecer no presídio de Tucuruí também à disposição da Justiça mato-grossense. Fernando responde no Pará a processo criminal por crime de associação criminosa.

Em abril deste ano, ele foi preso junto com outros quatro homens, no município de Jacundá, no sudeste do Pará, após o grupo ter sido flagrado com farto material usado em arrombamento de cofres e um aparelho eletrônico usado como bloqueador de sinais de telecomunicação em agências bancárias. Os cinco presos foram transferidos para o município de Tucuruí, na época, onde foram autuados em flagrante pelo crime. Fernando e sua mãe Juraci são investigados pela Polícia Civil de Mato Grosso acusados de integrar facções criminosos que atuam nesse Estado.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.