Após mais de 10 anos, completamente abandonada, a Praça Duque de Caxias, na Marabá Pioneira, vai passar por um amplo serviço de reforma em toda sua extensão. Os operários já trabalham no local.

Sem o cuidado necessário, a praça foi praticamente “ocupada” por vendedores ambulantes que comercializam de roupas a alimentos. A estrutura física também está bastante deteriorada, com piso quebrado, coreto sem pintura, bancos danificados, praça de alimentação sem pintura e com os banheiros apresentando vários problemas.

A praça faz parte da história da cidade e que é ponto de encontro dos moradores da Velha Marabá por se localizar próximo a escolas e igrejas (católica e evangélica). A última reforma foi há mais de 10 anos ainda no governo de Sebastião Miranda quando foi entregue aos moradores um espaço com uma nova arquitetura, lâmina d’água com mostras de várias espécies de peixes, pontes em madeira de acesso ao coreto, praça de alimentação, jardins e novas passarelas.

A reforma da Praça Duque de Caxias foi dividida em duas etapas. Até 7 de setembro será entregue a primeira parte dos serviços que irá se concentrar da praça de alimentação ao Palacete Augusto Dias. De acordo com o engenheiro Alex Henry dos Santos, da secretaria de obras do município, o piso da praça será todo refeito, o coreto receberá pintura nova e a cobertura será trocada, assim como as janelas, porém, mantendo seu estilo original, e com maior segurança interna atendendo necessidade dos artesãos que utilizam o espaço para comercialização de seus produtos.

A área da lâmina d’água será transformada num jardim, e mantida a ponte em madeira. Novas rampas de acesso serão construídas em toda extensão da nova praça. Na etapa 2 de reforma, que terá início após o dia 7 de setembro, os serviços irão se concentrar da praça de alimentação até o limite final do logradouro. O parquinho será todo reformado e receberá brinquedos novos. A novidade será a instalação de uma academia ao ar livre que ficará localizada ao lado do parquinho. A previsão de entrega total da obra é de dois meses.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.