Moradores da rua Benjamim Constant, na Marabá Pioneira, comemoram a chegada da recuperação do asfalto, principalmente nos trechos que foram danificados com a última enchente, motivos de recentes reclamações do moradores e motoristas que utilizam todos os dias a via como passagem.

Os serviços na rua, que tem uma extensão de aproximadamente 2,5 km começaram na  terça feira (31) e devem seguir até esta sexta feira (03), e pode atender todos os moradores, já que muitos trechos estavam muito danificados.

De acordo com Milton Amorim, responsável pela equipe Tapa-buraco, da Secretaria de Viação e Obras Públicas (Sevop), já foram utilizadas quatro caçambas com material para recuperação da rua. “Isso mostra o quanto a rua estava deteriorada, havia trecho bastante danificado, aqui a enchente subiu mais de um metro e ficou bastante tempo submersa e a camada de asfalto não resiste, pois após a água baixar os carros começam a passar na rua e danifica o asfalto”, afirmou ele.

Seu Leopoldo, militar aposentado e morador antigo da área, parabenizou a gestão, pois há muito tempo ele não via uma equipe da secretaria de obras fazendo serviço na rua onde mora. Dona Maria Monteiro também compartilha da mesma atitude, para ela é bom ver que estão sendo lembrados mesmo morando em uma rua praticamente esquecida por governos anteriores.

Milton Amorim informou ainda, que já está com a equipe na Marabá Pioneira há mais de um mês e que neste tempo já realizou diversas obras em várias ruas, como a Alkindar Contente, travessa Mestre Olivio, Avenida Marabá e Moisés Júnior. Além disso, deve seguir na semana que vem para a Rua Antônio Pimentel. “Antes de vir fazer o serviço na rua existe uma reunião com o engenheiro responsável que já fez avaliação das condições das vias e encaminha à equipe”, informa o responsável pela equipe.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.