Pelo menos é o que consta nas declarações oficiais de bens do governador-candidato (perdas seriam de quase R$ 700 mil por mês); do registro da eleição suplementar até 15 de agosto, Carlesse teria perdido mais de R$ 1,1 milhão. A informação foi divulgada pelo partido PSB, do candidato a governador, Carlos Amastha.

Pela documentação oficial apresentada à Justiça Eleitoral, o governador-candidato à reeleição, Mauro Carlesse (PHS), perde, em média, R$ 697,23 mil por mês desde que registrou a sua candidatura a deputado estadual na eleição de 2014. No acumulado, o político, sempre levando em conta as declarações de bens do próprio Carlesse à Justiça, acumula uma redução patrimonial de R$ 33,46 milhões nos últimos 48 meses.

O patrimônio evaporou

Em agosto de 2014, Carlesse disse à Justiça possuir a quantia de R$ 35,27 milhões em bens, sendo um dos candidatos mais ricos da Região Norte do País. Agora, no entanto, o governador-candidato afirma possuir R$ 1,80 milhão, ou seja, um empobrecimento de 94,88% em relação a 2014.

Os dados das declarações oficiais de bens do candidato Carlesse estão disponíveis neste link: AQUI. Para verificar as declarações passadas, basta buscar no menu “eleições anteriores”.

Na eleição suplementar, disputada em junho deste ano, Carlesse havia declarado possuir patrimônio de R$ 2,99 milhões. Assim, o candidato afirma que perdeu em poucos meses a quantia de mais de R$ 1,18 milhão.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.