Ao lançar sua candidatura a deputado estadual neste sábado, dia 18, em Sítio Novo, Jair Farias (MDB), foi obrigado a enfrentar uma “saia justa”, provocada pelo candidato a governador, Carlos Amastha (PSB), que se negou a subir no palanque e falar para as quase 4 mil pessoas presentes.

O motivo foi a presença do ex-governador, Marcelo Miranda e da deputada federal, Dulce Miranda, ambos do MDB, partido coligado com Amastha.

O candidato do PSB, que havia chegado ao Bico do Papagaio, ainda na sexta-feira, 17, e visitado outros municípios, deu o “chilique” já perto do palanque e chegou a dizer que não era obrigado a se submeter a “esse” tipo de situação, no caso estar no mesmo palanque com os Miranda e novamente ameaçou abandonar a campanha.

No final das contas, Amastha realmente recuou e não participou do evento, que seguiu normalmente.

No palanque, ninguém tocou no assunto e o anfitrião, Jair Farias, ainda foi respeitoso e lembrou o ex-prefeito de Palmas, elogiosamente em seu discurso.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.