A suspeito de matar o idoso Ismael Brito dos Santos, de 78 anos, após uma discussão por causa do latido de cães se apresentou à polícia. Antônio José de Oliveira foi indiciado por homicídio. Ele afirmou que teria sido atacado pelos animais e ofendido pela vítima antes de cometer o crime. O suspeito foi liberado para responder em liberdade.

O idoso foi morto na madrugada de sábado (25) em Xambioá, na região norte do estado. A vítima recebeu vários golpes de facão e morreu na porta de casa. A arma utilizada no crime ainda não foi encontrada.

De acordo com a Polícia Civil, após o crime, testemunhas deram uma versão diferente sobre a discussão. O suspeito teria pedido para Santos para tirar o cachorro de onde estava e fizesse parar com o barulho. A vítima chegou a tirar o cão do lugar pedido, mas disse que não poderia fazer calar porque se tratava de um animal.

Depois disso, Oliveira teria se irritado, buscado o facão e partido para cima do idoso.

Porém, o suspeito afirmou em depoimento que teria sido atacado pelo idoso com uma foice e recebido uma pedrada antes de pegar o facão. Antônio José de Oliveira se apresentou na tarde da última segunda-feira (27) com um advogado. Ele foi liberado para responder ao crime em liberdade. (G1)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.