maranhao1Membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia, do Congresso Nacional, entre eles os senadores Magno Malta (PR-ES) e José Nery (PSOL-PA) – presidente e relator da CPI respectivamente –, estiveram reunidos, nesta segunda-feira,14, com a governadora Roseana Sarney. Ao final do encontro, ficou acertada a criação de uma força-tarefa que investigará os crimes de abuso sexual contra crianças no estado. Representantes dos Ministérios Público federal e estadual, Assembléia Legislativa e da Secretaria de Segurança Pública formarão a força-tarefa, que terá ainda a incumbência de acelerar os processos dos casos de pedofilia a serem detectados no Maranhão. Também estiveram no encontro as assessoras da CPI, Tatiana Hartz e Karla Sandoval, o presidente da Assembléia, Marcelo Tavares; e os deputados Eliziane Gama, Rubens Pereira e demais autoridades.

“Recebemos e ouvimos todas as sugestões da CPI do Senado e decidimos pela formação de uma força-tarefa no estado. E além desta equipe vamos realizar itinerantes nos municípios como forma de agilizar os casos existentes no estado”, assegurou Roseana Sarney à CPI da Pedofilia.

Para o senador capixaba, a proposta de uma força-tarefa em cada estado tem o objetivo de condensar todos os processos e demandas de denúncias da população de crimes sexuais contra a criança para dar uma resposta rápida a sociedade. 

“Neste aspecto a governadora Roseana, além de aceitar a proposta, ampliou para os demais órgãos”, disse o presidente da CPI, Magno Malta. Os senadores responsáveis pela CPI da Pedofilia estão em São Luís depois de passarem por Belém (PA). Antes da visita a Roseana a comissão realizou audiências na Assembleia Legislativa do Maranhão.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.