O empresário Alday Machado enviou nota ao jornal Folha do Bico comentando a definição de seu rumo político nesta eleição. Afirmou que o jornal errou, pois ele jamais negociou com o ex-prefeito de Sampaio, Carlinhos Furlan(PT), e sim com a irmã do prefeito de Colinas, Amália Santana(PT). Alday em sua nota disse, “Não há conversas adiantadas com Carlinhos Furlan, apenas somos amigos desde 1995 além de estudarmos na mesma faculdade (FABIC). Irei apoiar mesmo é a candidata a deputada Amália Santana, irmã de meu grande amigo companheiro Santana, atual prefeito de Colinas e futuro Governador do Tocantins em 2014”.

Alday afirmou que as pessoas tem jogado muitas pedras nele através de críticas, segundo ele infundadas e disparou, “Não se joga pedra em árvore que não dá frutos”, disse o empresário que completou, “A democracia permite que eu escolha quem eu queira para votar. Se eu decidir apoiar o Zé Sarapião, do cafundó do judas, somente a mim compete a escolha”.

Apoiarei sim uma candidatura viável, de uma pessoa humilde, filha de um trabalhador rural, que não tem recursos para comprar votos, mas serviço prestado para a sociedade. Candidata que tem real possibilidade de se tornar uma deputada e com a qual teremos apoio para trazer os benefícios para o nosso município, principalmente nas áreas de moradia, educação, saúde e infra-estrutura. Estes recursos buscaremos junto com Amália e o Donizete diretamente no Orçamento Geral da União.

Alday ainda disparou criticas aos candidatos Nemésio e Zé do Coco afirmando que nunca criticou ninguém que apoie A, B ou C. Pediu que todos se lembrem que os atuais candidatos Nemésio e Zé do Coco na eleição passada apoiaram candidatos de fora, Nemésio apoiou Luana Ribeiro e Zé do Coco deu apoio a Zé Augusto.

Alday ainda disse que estará trabalhando junto com Amália Santana, Donizeti Nogueira e a futura Presidenta Dilma Roussef, buscando recursos para Araguatins.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.