profgrevehornovUma audiência no prédio do Tribunal Regional do Trabalho, esta terça-feira (2), em São Luís, poderá dar fim à greve dos servidores da educação de Imperatriz, que completa, nesta terça-feira (2), cento e vinte dias.

Depois que vários impasses, manifestações e reuniões, que não surtiram efeito pela falta de representantes da prefeitura, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Ensino em Imperatriz (Steei), Willas de Morais, conta que o acordo será bom para todos.

“Desde o primeiro dia que queremos que acabe porque uma greve prejudica não só os servidores. Vamos esperar a reunião é homologar o acordo”, diz Willas de Morais.

Prosposta

A prosposta que poderá ser homologada, é abaixo do pedido pela classe no início da greve. Antes, os grevistas pediam 13%, retroativos e tíquete-alimentação de R$ 230,00 para todos os servidores. A contraproposta apresentada pela prefeitura, e rejeitada pela classe, é de 6% parcelado. (Imirante.com).

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.