A avaliação do ensino médio oferecido nas escolas públicas do Tocantins teve o pior resultado desde 2007, segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado nesta sexta-feira (5) pelo Ministério da Educação (MEC). A pontuação média das escolas neste nível escolar em 2013 foi de 3,3 [segundo critério de pontuação do índice]. No comparativo divulgado pelo MEC em 2007 a nota foi de 3,2. No ano de 2009, de 3,4. Já em 2011, a média foi de 3,6. A avaliação é feita de dois em dois anos.

Além de ter apresentado uma piora em relação aos outros anos, o resultado do Tocantins no ensino médio também ficou abaixo da meta estipulada pelo MEC, que era de 3,9. O que significa que o estado apresentou 0,6 pontos a menos do que havia sido previsto.
A média do ensino fundamental II (8º ano e 9º ano), além de ter ficado abaixo da meta, também piorou em relação à última avaliação. O resultado divulgado aponta que a nota foi de 3,9. Em 2011, foi de 4,1.

Apesar dos resultados negativos nos dois níveis escolares, os anos iniciais do ensino fundamental, que compreendem o 4ª e o 5º ano, apresentaram uma melhora. Os estudantes tiveram uma média de 5,1 pontos em 2013. O desempenho dos alunos neste nível escolar melhorou gradativamente. Em 2007 a nota foi de 4,1; em 2009, de 4,5. Já no ano de 2011, a nota evoluiu para 4,9.

Confira o resultado completo aqui.

Cenário nacional e regional

Entre as 27 Unidades Federativas, o resultado da avaliação do ensino médio coloca o Tocantins na 16ª colocação. O estado melhor avaliado foi São Paulo com nota 4,1 e o pior o Pará com 2,9. Na região Norte, o Tocantins ficou com nota inferior aos estados do Acre, Rondônia e Roraima.
Notas dos estados do Norte (ensino médio)
Rondônia 3,6
Roraima 3,4
Acre 3,4
Tocantins 3,3
Amazonas 3,2
Amapá 3,0
Pará 2,9

Ideb

O Ideb é um indicador geral da educação nas redes privada e pública. Foi criado em 2007 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e leva em conta dois fatores que interferem na qualidade da educação: rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e médias de desempenho na Prova Brasil, em uma escala de 0 a 10. (G1 TO)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.