Já está se tornado tradição na rotina dos Araguatinenses ir à feira todas as quartas-feiras no final da tarde e início da noite, em frente a rodoviária. É que por meio do projeto Ecosol Territorial, os produtores e artesãos da região estão tendo a oportunidade de expor e de comercializar seus produtos diretamente com o consumidor. O projeto da feira é resultado de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação, Secretaria do Trabalho e Ação Social, (SETAS) e o Ministério do Trabalho e Emprego, por meio da Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES). O objetivo é fortalecer organizações de Economia Solidária e de promover o desenvolvimento social e a erradicação da pobreza.

E foi com o intuito de prestar esclarecimentos e sanar dúvidas sobre o projeto, que foi realizada na última sexta-feira, 14, uma reunião com os participantes da feira, onde foram colhidas sugestões para melhoria na estrutura e nos atendimentos e dado início aos diálogos sobre a criação de uma associação comunitária. A reunião também contou com a presença da Secretária de Desenvolvimento Social e Habitação Jacqueline Parreão, da Gerente de Inclusão Produtiva da Ecosol Layse Shuellen de Almeida, do secretário de Agricultura Ricardo Loff, do Comandante do 9º BPM Major W. Costa, do representante do RURALTINS Ricardo Anderson de Paiva e do Prefeito Cláudio Santana.

Com cerca de quatro meses de implantação, a feira tem crescido semanalmente e já conta com mais de 150 expositores. Todo o movimento gerado tem chamado atenção da mídia e também foi tema de um artigo apresentado no XI Seminário Internacional de Desenvolvimento Rural Sustentável Cooperativismo e Economia Solidária, realizado no mês de agosto na cidade de Castanhal-Pará. Para a aluna do mestrado em Desenvolvimento Rural e Gestão de Empreendimentos Agroalimentares do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, Aline Correa Silva de Oliveira “ a feira é uma das ferramentas de desenvolvimento econômico social local e a produção do artigo foi importante para analisar e medir a satisfação de seus consumidores”.

“É uma satisfação ver como nossos agricultores estão otimistas e como a comunidade tem recebido nossa a Feira da Ecosol. Quem produzia pouco aumentou a produção, pois sabe que pode contar com um local para vender seus produtos e com a participação de todos continuaremos aumentando o nosso potencial” relatou o prefeito Cláudio Santana. (Léo Cândido)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.